.

"E ninguém é exacto nem feliz."

domingo, 25 de setembro de 2011

O outro lado

No outro lado da história, havia eu. Cinzenta. Quase apagada. Querendo escrevê-la contigo, mas consciente de que isso só seria possível se tu quisesses também.
Talvez ainda não queiras. Ou não saibas que queres. Mas vais querer. Porque quando tu quiseres, o outro lado será a história.

2 comentários:

  1. É tempo de se fazer outra história. Sem vítimas. Com gente normal. Quero ler.

    ResponderEliminar